terça-feira, 17 de agosto de 2010

"Cá,com meus Botões..."

" Sabe aqueles dias que vc acorda,toma seu café,sai pra trabalhar e fica reparando nas pessoas ao seu redor e pensando na vida de hoje?
Pois é...aconteceu isso comigo !
O mundo ta estranho...gente fria!gente que não sabe se expressar...gente que tem medo de qualquer envolvimento amoroso...
Ou então...gente que acha que amor é um bic
ho de sete cabeças,um dragão que pode cuspir fogo a qualquer hora e nos queimar por inteiro.
As conversas que escutei de longe em um café perto da minha casa ,foi de matar qualquer coração sonhador...
Na primeira mesa,tinha um grupo de 3 meninos e
ntre seus 16 a 20 anos.
Na segunda mesa tinha um executivo muito bonito por sinal,devia ter uns 36 anos,perfumado até demais...estava sozinho ...mais não saia do celular....
Na terceira mesa,duas mulheres com a minha idade, 28 a 30 anos...riam tanto que parecia que ali estava acontecendo um espetaculo de circo com mil palhaços...rs
Na ultima mesa tinha um casal ,deviam ter seus 60 anos de idade,ele com roupas de ginástica e ela tbm....fofos!!!

O grupo de meninos estavam conversando entre si e não pude deixar de ouvir que falavam em relacionamentos.
O garoto que parecia o mais novo, estava contando aos outros dois, que tinha tido uma noite otima e que não parava de pensar na menina que ele tinha saido.Os outros dois riam dele e diziam :

- Toma cuidado!ta indo rápido demais.Nem conhece ela direito...comigo foi assim tbm!depois de 2 meses descobri que ela saia com outro cara.
E o outro dizia:
- Não pode se envolver!Tem que só pegar!hehehe
O garoto foi ficando tão sem motivação que acabou mudando o assunto...
EU PENSEI(MAIS UM SONHO DESTRUÍDO)
O executivo...continuava no telefone e falava c
oisas que eu não entendia nadinha...tomando seu café já gelado ,de tanto que ele falava e olhava pro relógio...
As Moças da outra mesa estavam rindo de um carinha que uma delas saiu...e diziam rindo:

-Que cara babaca!Tem algo errado comigo???
Ele passou a noite toda falando sobre tudo que ele tinha que fazer no dia seguinte.E na hora do vamos ver ...ele foi embora e pronto!
-Ele só tinha beleza mesmo,o resto...aff!
hihihihihihihihihihhhihihihihihihihihihihihiihi
Apenas o casal do fundo ,me chamou a
tenção no meio de tanta gente desiludida.
Eles saíram do café de mãos dadas e foram continuar a caminhada...que fofo!
Eu me levantei e fui pagar a conta ,quando o "tal executivo"derrepente me perguntou:
-OI!VC TEM UMA CANETA ?
EU respondi:

- NÃO!
Ele disse,sem se importar muito...
- OK!
Então...segui pro trabalho e fiquei pensando que mundo é esse?
Parece que no meu tempo,onde eu era mais nova o mundo era mais romântico!tudo era diferente!!!!!!
O Mundo mudou ...ou será que fui eu qu
e mudei???
Acho que cansei de "apanhar"do amor....será por isso que quero algo tão distante,ou que talvez nunca seja meu???
Na verdade eu to começando a achar que fujo de mim mesma...ou será que ando tbm a fugir DO AMOR E NEM ME DOU CONTA???
É mais facil sonhar...doi menos."
Cileléla

Que coisa hein....

"Depois de muitas marteladas o Prego precisa entender que não esta na vida só para apanhar e sofrer, mas ser honrado com toda a beleza da construção".
Francis Cirino


Quando ninguém me vê Alejandro Sanz
Às vezes me elevo, dou mil voltas
Às vezes me fecho atrás de portas abertas
Às vezes te conto o porquê deste silêncio
E é que às vezes sou seu e as vezes do vento
Às vezes de um fio e às vezes de um cento
E tem vezes, minha vida, te juro que penso:
Por que é tão díficil sentir como me sinto ?
Sentir como me sinto ! Que seja díficil

Às vezes te olho e as vejes te deixo
Me empresta tuas asas, revisa suas pegadas
Às vezes por tudo ainda que não me falhe
Às vezes sou teu e às vezes de niguém
Às vezes de juro de verdade que sinto
Não te dar a vida inteira, te dar somente esses momentos
Por que é tão díficil ?
Viver é somente isso, viver é somente isso
Por que é tão díficil ?

Quando ninguém me vê posso ser ou não ser
Quando ninguém me vê ponho o mundo do avesso
Quando ninguém me vê a pele não me impede
Quando ninguém me vê posso ser ou não ser
Quando ninguém me vê

Às vezes me elevo, dou mil voltas
Às vezes me fecho atrás de portas abertas
Às vezes de conto o porquê desse silêncio
E é que às vezes sou seu e as vezes do vento

Te escrevo dos centro da minha propria existencia
De onde nascem os desejos, a infinita essência
Tem coisas muito suas que eu não compreendo
E tem coisas muito minhas, mas é que eu não as vejo
Suponho que penso que eu não as tenho
Não entendo minha vida, os versos se acendem
Que no escuro te posso, sinto muito, não acerto
Não acenda as luzes que tenho nus
A alma e o corpo

Quando ninguém me vê posso ser ou não ser
Quando ninguém me vê pareço a sua pele
Quando ninguém me vê eu penso nela também
Quando ninguém me vê posso ser ou não ser
Quando ninguém me vê posso ser ou não ser
Quando ninguém me vê a pele não me impede
Quando ninguém me vê a pele não me impede
Quando ninguém me vê posso ser ou não ser
Quando ninguém me vê

Às vezes me elevo, dou mil voltas
te fecho em meus olhos atrás de portas abertas
Às vezes te conto o porquê deste silêncio
E é que às vezes sou seu e as vezes...
Do vento

Às vezes do vento
E às vezes do tempo
Às vezes do vento...

"Eu não sou tão triste assim, é que hoje eu estou cansada."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meu Livro "Cilelela:Um Amor Virtual" 2º Edição Totalmente Renovado.

Meu Livro "Cilelela:Um Amor Virtual" 2º Edição Totalmente Renovado.
Compre já!Clique na imagem e irá direto para nossa editora

visitantes

contador de acesso grátis

Quem sou eu

Minha foto

                       *-*
Sejam bem vindos!!!
Meu livro "Cileléla:Um Amor Virtual" que esta a venda no site da editora 
para o Brasil www.garciaedizioni.com.br
Uma frase:
"Cada passo me faz chegar mais perto do que mais desejo."
            Cileléla 

Uploaded with ImageShack.us

Arquivo do blog

Seguidores

Me siga

Instagram

Faça me uma Pergunta:


Uploaded with ImageShack.us